terça-feira, 29 de junho de 2010

"Lógica das coisas, das novas coisas Dos olhos verdes de quem vê.."


"Ilha não é só um pedaço de terra cercado de água por tudo quanto é lado.
Ilha é qualquer coisa que se desprendeu de qualquer continente.
Por exemplo: um garoto tímido abandonado pelos amigos no recreio, é uma ilha.
Um velho que esperou a visita dos netos no Natal e não apareceu ninguém, é uma ilha. Até um cara assoviando leve, bem humorado, numa rua cheia de trânsito e stress, é uma ilha.
Tudo na gente que não morreu, cercado por tudo o que mataram, é uma ilha.
Toda ilha é verde.
Uma folha caindo é ilha cercada de vento por tudo quanto é lado.
Até a lágrima é ilha, deslizando no oceano da cara."

7 comentários:

May disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Jeff disse...

Muito perfeito Déinha!
Gostei muito do texto, me faz parar pra pensar sobre as coisas que se desprendem do meio da mesmice e do marasmo...
Sempre encantadora!

Beijos

FELIPECARICCHIO disse...

´´e o amor de verdade(em todas suas formas), nos dias de hoje , é ilha ..que velejo nos arredores, em minha propria ilha de sentimentos..´´

gabi veiga disse...

gente falsa!!!

texto bobo. nao acredite no que eles dizem!

Gabi Veiga de verdade!! disse...

Deinha me avisou que tem alguém escrevendo por mim aqui em cima....

Que feio isso, hein mocinho... ou mocinha...
Realmente não deve ter outras ocupações não se passar por outras pessoas, né?

Ai ai...

Gabi Veiga de verdade!! disse...

corrigindo errinho de gramática:

Realmente não deve ter outras ocupações, SE não se passar por outras pessoas, né?

jefhcardoso disse...

Explicou direitinho os significados (sorrio).
Jefhcardoso do
http://jefhcardoso.blogspot.com

Postar um comentário