domingo, 21 de junho de 2009


"o verão está aí, haverá sol quase todos os dias, e sempre resta essa coisa chamada 'impulso vital'. pois este impulso às vezes cruel, porque não permite que nenhuma dor insista por muito tempo, te empurrará quem sabe para o sol, para o mar, para uma nova estrada qualquer e, de repente, no meio de uma frase ou de um movimento te surpreenderás pensando algo assim como 'estou contente outra vez'".

(Caio Fernando de Abreu)

segunda-feira, 16 de março de 2009

Aperte seu sinto
Respire pausadamente
Pausadamente
Esqueça o tic-tac do relógio
O mundo gira exatamente no mesmo compasso, e isso independe da sua vontade
O amor está onde sempre esteve, e vive, como sempre
E como nunca : forte, verdadeiro, e livre
Livre
Pré-conceitos, idealizações, voltas e voltas que isso tudo dá
E como não poderia deixar de ser, o que existe se mostra vez ou outra
Entre essas e aquelas esquinas
Respire pausadamente
Aperte seu sinto
A conta da saudade ainda está pendente

by carla cipullo

terça-feira, 3 de março de 2009

A fé em nós ... Meu café em pó solúvel, minha fé deu nó. Minha fé em pó solúvel....




Video-Conto: A Fé em Nós
Ano: 2009
Roteiro: Maíra Viana
Direção: Marcos Farion
Interpretação: Andréia Lamego e Rober Tosta
Trilha Sonora: Fernando Anitelli / Kleber Saraiva
Produção Geral: Maíra Viana e Marcos Farion

domingo, 1 de março de 2009

Tá certo que o nosso mal jeito foi
Vital pra dispersar o nosso bom
O nosso som pausou
E por tanta exposição a disposição cansou
Secou da fonte da paciência
E nossa excelência ficou la fora
Solução é a solidão de nós
Deixa eu me livrar das minhas marcas
Deixa eu me lembrar de criar asas
Deixa que esse verão eu faço só

Só me resta agora acreditar
Que esse encontro que se deu
Não nos traduziu o melhor
A conta da saudade quem é que paga?
Já que estamos brigados de nada
Já que estamos fincados em dor
Lembra o que valeu a pena
Foi nossa cena nao ter pressa pra passar

terça-feira, 3 de fevereiro de 2009

A chave girando na porta da frente Os passos na entrada, o som de um alô Um cheiro no ar, um certo perfume Os saltos saltitam no corredor
Faço as contas do que já sei de cor Mas que sempre que acontece É como se fosse a primeira vez O sono intranqüilo, temores antigos, desejos iguais Sussurros e gritos, murmúrios e risos A luz de serviço, um rastro no chão Passo a limpo aquilo que já sei de cor Mas que sempre que acontece É como se fosse a primeira vez Fosse a primeira vez Por la primera vez A única O bico do peito, os pêlos do corpo O claro e o escuro da marca de sol O gosto do gozo, perdendo os sentidos Na silhueta, no meio do vapor
Faço as contas do que sei já sei de cor Mas que sempre que acontece É como se fosse a primeira vez Fosse a primeira vez Por la primera vez Fosse a primeira Fosse a primeira Por la primera A boa

segunda-feira, 19 de janeiro de 2009

É a História que a Manhã ouviu do Vento e contou ao Tempo pra ganhar a rosa azul

..."eu possso te pegar com as minhas patas de gato"..."e eu posso voar bem alto com as minhas asas de andorinha"

tentei postar o video que mais gosto dessa peça mais o blog não ta muito afim rs.. então ai esta o lick : http://www.youtube.com/watch?v=Y0QUy3XEENQ

Um video que me lembra bons momentos e pessoais que fizeram de muito dos meus dias divertidos, engraçados mesmo no meio de tantos ensaios, passa voz , passa coreografia, passa textos... fizeram do palco do Teatro Impressa um lugar pra boas lembranças .. e foi la nesse mesmo palco que tanto ensaiavamos, que assisti a peça que mais me fez sonhar, arrepiar, cantar , posso dizer que foi uma das unicas peças se não for de vero a unica, que me fez esquecer do mundo la fora e participar de cada pedaço, cada frase de texto dita, cada letra de musica cantada, que fez deitar pra durmir e me pegar pensando nela, no quanto era encantadora, do quanto me arrepiava até o ultimo fio de cabelo, acho que é por isso que assisti umas 6 vezes rs... e assistiria quantas mais fossem ..

"Sou preguiçoso... adoro dormir sob o sol, ou debaixo de uma árvore...Apaixonado pela vida, pela liberdade e por uma certa Andorinha"

"Se fosse reescrever hoje o "Gato malhado e a andorinha sinhá" terminaria a história com os dois juntos. Naquela época eu era muito jovem... ainda não acreditava no impossível" (Jorge Amado)

acho que mais nada a dizer rs...

domingo, 18 de janeiro de 2009


A saudade é o sentimento de uma perda, parcial ou total. Tá faltando, tem um vazio, um vácuo. Se voltar, preenche, se não voltar ela fica lá. Um dia aparece mais forte, outro dia mais fraca. E dói porque é como se nos fosse arrancado. Você está confortável no colchão, feliz, dormindo, de repente te tiram o colchão e você fica no chão duro. Dói. A saudade do colchão não passa rápido. Contra a saudade, só nos ocuparmos demais, até ficarmos fora do mundo. Mas ela sempre volta, e de fato dói muito mesmo. Saudade deveria ser na gramática portuguesa, substantivo invariável, porque: Não pode pequena, nem grande, ela existe. Ela sempre é feminina, por sua sensibilidade. Não pode ser muitas, nem poucas, ela é. Quando chega, nada pode substituir.É amiga da lembrança, da recordação e da lágrima. Quando entra em nossa alma, é poderosa e ocupa todos os lugares. Sabe deixar sequelas irreparáveis. É de autenticidade surpreendente, não aceita roupagens. Não se mistifica e nada a destrói. Deixa ao seu redor, o Vazio mais torturante. O que nós esquecemos, é que o Tempo , seu inimigo, pode encobrí-la, fazê-la menos tocável, torná-la mais suportável, mesmo que não aceita. O Tempo, como um cavalheiro de antigas histórinhas, resgatando nossa aceitação.


"Saudade é quando o momento tenta fugir da lembrança para acontecer de novo e não consegue."

quinta-feira, 15 de janeiro de 2009


Filmes. Pode parecer contraditório alguém que gosta tanto deles quanto eu, estar aqui e não ser para falar o quanto são lindos, emocionantes, incríveis, crescemos com eles, e aprendemos a sonhar... vemos nos filmes em sua maioria, realizações que queríamos, cenas e emoções as quais queríamos para nós, quando crescemos esquecem de nos avisar que aquilo tudo é o que a maioria das pessoas idealiza, por isso encanta, por isso prende, e por isso esta la na tela, com milhões de pessoas assistindo , chorando, rindo se emocionando, e ai voltamos para nossas vidinhas, e aquela cena não vai acontecer, aquela surpresa tb não . ta absolutamente nada contra filmes cresci com eles e isso não vai mudar mais é engraçado foi uma frase da não de um filme mais de um seriado que não deixa de ser uma derivação ... que me fez pensar por um bom tempo sem ao menos perceber ...

Agente ama até perceber que não se importar não machuca , quando não se espera um abraço a falta dele não vai fazer diferença , quando não se espera uma surpresa a falta dela não te decepciona, quando não se espera risadas bobas em um dia de chuva a falta não se transformará em lagrima, quando não se espera um momento em silencio que vai ser lembrado pra sempre não ter o que lembrar não vai te tirar o sorriso ...

Pq formigas ? deixa assim ficar subentendido
...

segunda-feira, 12 de janeiro de 2009

video

domingo, 4 de janeiro de 2009

Crescimento

"Os únicos presentes do mar são golpes duros...e, às vezes a chance de sentir-se forte.Eu não compreendo muito o mar...mas sei que as coisas são assim por aqui.E também sei como é importante na vida...não necessariamente ser forte, mas sentir-se forte...confrontar-se ao menos uma vez...achar-se ao menos uma vez na mais antiga condição humana...enfrentar a pedra surda e cega a sós...sem outra ajuda além das próprias mãos e da cabeça.''

Do filme: Na natureza selvagem



Acho desnecessario acrescentar algo a este texto .. não é a toa que amo filmes

sábado, 3 de janeiro de 2009

Feliz ano novoo !! @:)

Então não pergunta!
A frase em seu contexto, uma pequena frase que como as pequenas coisas e pequenos detalhes, têm muito mais a dizer do que grandes conversas. O ano virou e com ele todas as promessas que as pessoas usam pra terem força pra continuar. Uma amiga sempre disse que ano novo é apenas um dia após o outro, tem seu sentindo e sua lógica, mais eu como sempre dei importância para os menores detalhes não posso concordar, existe muito mais alem de uma simples data, existe brilho nos olhos, abraços, companheirismo, existem projetos, olhar no futuro, reuniões e pequenos momentos únicos e pq não dizer existe magoa, angustia, lagrimas, um terremoto de emoções em cada olhar, cada um com seu momento, da sua forma e entre tudo isso algumas grandes certezas, algumas coisas só dependem de nós. Claro que a virada nos incentiva e da força pra a realização de mudanças é como um energético de sentimentos. Hoje ainda não consegui decidir se as pessoas realmente mudam mais tenho uma teoria criada durante os fogos da virada, durante uma agonia, durante uma certa raiva há muito tempo escondida em algum lugar, a mudança de um pode depender da mudança do outro, cabe ao tempo mostrar quem vai mudar primeiro e trocar a direção. Racional e frio pode ser mais não entender a importância dos pequenos detalhes e dos momentos únicos também é bem frio então na verdade tanto faz...Quando se quer algo se faz não arranja desculpas... Feliz ano novo !!! e que cada um tenha forças o suficiente e além para acreditar em si .. e saber que é sempre muito maior .. mais forte e que na maioria das vezes o que precisamos é preparar a mente... Dizer-lhe lentamente e com calma tudo que será preciso fazer para levantar e continuar a viver!!! E que todos tenham sempre autenticidade para tomar decisões e dexar as desculpas para traz ...
Feliz Ano Novo !!! QUE VENHA 2009