segunda-feira, 24 de janeiro de 2011



A luz silenciosa do dia, foi misturando seu iluminado amarelo com aquele azul imenso e sem fim, foi misturando, mudando,transformando, o amarelo passou a laranja que passou a vermelho foi dissolvendo... Desaparecendo... No horizonte já não ha mais luz, o imenso azul tb se apagou, meus olhos acompanham a espuma branca que se mexe e segue seu fluxo inabalável! não importa o que se ponha a frente dela... Azul já não é tão azul mais sua "voz" continua a invadir meus ouvidos sem se preocupar com permissões ou pedidos. A imensidão azul não se cala... E se quiser me achar estarei ali no colo, entre o sentir e o ouvir, ali onde a vida parece brincar livre de regras, ali onde a água salgada do meu corpo parece se misturar tão perfeitamente com a espuma branca, estarei ali na Cia esperando que o imenso azul e a luz se misturem novamente dessa vez ao inverso ... parti.. calar.. observar...

2 comentários:

Belinha disse...

É assim mesmo, não temos controle sob os azuis e as espumas, as nuvens...as vezes somos tão parte de tudo, e em um instante, somos platéia...

Nos resta seguir o nosso fluxo...

oscantantes disse...

Oiee...
Lendo e lendo seus post's aqui curtindo, gostaria de te convidar para quem sabe você também participar dOs Cantantes... ;D

@oscantantes

Postar um comentário